top of page

As pérolas inglesas no Atlântico Sul e a sua importância estratégica.


Figura disponível em: https://lh3.googleusercontent.com/proxy/tuUB9ze15dnB-kUqpMJvJ6GBmUBWawWFkPfv-Zyxh64xla8IKDNNwQAPOJsET38lwsiYHZVXPInUpRRZkJ0pfHYNPl8uaPDHE-nkaQDJbiLL8j_d2l_sm6yF3A

A maioria das pessoas quando inquirida sobre qual o nome de uma ilha inglesa no Atlântico Sul lembra somente das Falklands (Malvinas), devido ao conflito ocorrido em 1982 entre a Grã-Bretanha e a Argentina, e que este país continua pleiteando o seu direito de soberania sobre essas ilhas, como podemos ver no vídeo a seguir (pode-se colocar legendas):

Porém, existem outras ilhas conforme podemos ver no mapa acima, ficando localizadas entre a América do Sul e a África. Duas dessas ilhas possuem bases inglesas: Ascensão e Falklands, permitindo que o Reino Unido possa ter apoio logístico para os seus meios aéreos e navais na área do Atlântico Sul, a fim de fazer valer a sua soberania em seus territórios ou apoiar alguma operação em um dos continentes mencionados acima.

Outrossim, não podemos esquecer do direito da exploração econômica exclusiva em torno dessas ilhas por parte Reino Unido, num raio de 200 milhas náuticas.

Um exemplo da importância militar de possuir tais ilhas pode ser verificado durante a Guerra das Malvinas, onde a Ilha de Ascensão foi empregada como base para os bombardeiros Vulcan.

Seguem alguns vídeos que nos ajudam em nossas análises (legendas podem ser inseridas):



O que você acha disso? Existe algum risco para o Brasil? Você conhecia os territórios britânicos no Atlântico Sul?

Comentarios


bottom of page