eu.jpg

   O Capitão de Mar e Guerra Alexandre Tito dos Santos Xavier ingressou na Marinha do Brasil por meio de concurso para o Colégio Naval, em Angra dos Reis, em 1984. Se formou na Escola Naval em 1991, sendo nomeado Segundo-Tenente em 1992. Durante a sua carreira serviu em inúmeros Navios da Marinha do Brasil, como: Navio Patrulha Pirajá, Fragata Independência, Fragata Niterói, Fragata União, Navio Aeródromo São Paulo, Navio-Escola Brasil e Monitor Parnaíba. Além disso, serviu em Estados-Maiores de Comandos de Força, dentre eles: Comando da Força de Superfície (Oficial de Logística), Comando da 1ᵃ Divisão da Esquadra (Chefe do Estado-Maior) e Comando da 2ᵃ Divisão de Esquadra (Oficial de Operações), Fleet Forces Command – United States Navy (Oficial de Ligação da Marinha do Brasil junto a Marinha dos Estados Unidos da América) e Força-Tarefa Marítima da United Nations Interim Force in Lebanon (FTM – UNIFIL) e foi o Vice-Diretor do Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo, e foi transferido para a reserva remunerada da Marinha do Brasil em março de 2020.

     Dentre as suas principais comissões, destacam-se: Imediato do Navio Patrulha Pirajá, o recebimento na França do Navio Aeródromo São Paulo, Chefe do Departamento de Armamento do Navio-Escola Brasil, Comandante do Monitor Parnaíba, Imediato da Fragata Independência, Oficial de Ligação da Marinha do Brasil com a U.S. Navy, Chefe de Estado-Maior do Comando da 1ᵃ Divisão da Esquadra,  Comandante da Base Naval do Rio de Janeiro que é a principal base naval da Marinha do Brasil, e Vice-Diretor do Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo (CTMSP) que é a organização responsável pelo Programa Nuclear da Marinha.

    O CMG Tito participou de várias operações navais no país e no exterior com marinhas estrangeiras. Além de ter sido instrutor de Oficiais em algumas ocasiões, e de ter tido grande experiência na área de Inteligência com cursos realizados na Marinha e na US Navy (Information Assurance Awareness). A maior parte da sua carreira foi dedicada às operações navais, estando sempre embarcado em Navios e Estados-Maiores operativos.

    Ressalta-se a sua participação na missão de paz da Organização das Nações Unidas no Líbano (UNIFIL), durante um ano, como Oficial de Planejamento da Força-Tarefa Marítima Multinacional.

    Possui condecorações da Marinha do Brasil, do Exército Brasileiro, da Marinha dos Estados Unidos da América e da Organização das Nações Unidas, além de outras organizações, como:

- Medalha Militar e Passador de Ouro (terceiro decênio);

- Medalha Mérito Marinheiro – 4 Âncoras;

- Medalha Mérito Tamandaré;

- Navy and Marine Corps Commendation Medal-EUA;

- Medalha Marechal Trompowsky;

- Organizacao das Nações Unidas - Medalha Nações Unidas;

- Medalha Merito Anfibio - 1 Âncora;

- Ordem do Merito Naval – grau Oficial;

- Medalha das OMP - Operações de Manutenção de Paz - Organização Brasileira dos Veteranos das Nações Unidas; e

- Colar “Almirante Álvaro Alberto da Mota e Silva”.

   Realizou vários cursos de carreira, onde destacam-se: Curso de Estado-Maior para Oficiais Superiores na Escola de Guerra Naval (EGN) e o Curso de Altos Estudos de Política e Estratégia na Escola Superior de Guerra; adestramentos no exterior e possui o diploma de Master Business of Administration (MBA) em Gestão de Negócios pela COPEAD-UFRJ. Além disso, possui o Curso Sementes de Futuro de Defesa pelo Laboratório de Simulações e Cenários da EGN e o Uso de Jogos em Governos: Conceitos e Práticas pela Escola Nacional de Administração Pública (ENAP).

      Artigos publicados:

- A África e a Geopolítica do Petróleo: Nigéria um ator estratégico;

- A constituição do Conselho de Segurança no século XXI;

- Soberania: será que está em transformação?

- Ameaças a segurança e a defesa do Estado no novo cenário mundial: o papel da Marinha no século XXI; e

- A importância do mar e das águas interiores para a Marinha do Brasil.

   Ministrou palestras sobre Geopolítica durante os anos de 2018 e 2019 no Programa de Doutorado em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública, do Centro de Altos Estudos de Segurança da Policia Militar do Estado de São Paulo e na Associação de Diplomados da Escola Superior de Guerra, regional São Paulo, ADESG-SP em 2020, 2021 e 2022, como Palestrante Emérito.

   Atualmente é Instrutor no Centro de Jogos de Guerra da Escola de Guerra Naval - EGN. Além disso, também é Orientador de Monografias do Curso de Estado-Maior para Oficiais Superiores, e do Curso de Política e Estratégia Marítima da EGN, e pesquisador da Rede Brasileira de Monitoramento de Sementes de Futuro de Defesa.

É autor do livro: "Desvendando os Jogos de Guerra: uma introdução no assunto". Publicado em 2022, sendo uma das únicas fontes no Brasil sobre o assunto.