top of page

A inteligência indiana e a crise diplomática entre o Canadá e a Índia.


Figura disponível em https://i.dawn.com/primary/2020/04/5e9abac386e93.jpg

No dia 18 de setembro o Primeiro-Ministro do Canadá, Justin Trudeau, acusou formalmente o governo indiano de assassinar, em junho deste ano, o líder religioso Sikh separatista indiano, Hardeep Singh Nijjar, em território canadense, cidade de Vancouver, e que era cidadão do país. Tal acusação, logicamente, foi negada veementemente pelos indianos.

Na acusação, Trudeau afirma que o ato foi praticado pelo serviço de inteligência indiano, pois, por meio da inteligência tanto humana (Human Intelligence - HUMINT) quanto de sinais (Signals Intelligence - SIGINT), teria conseguido realizar uma conexão entre os diplomatas e agentes indianos com o assassinato de Niijar.

No tocante a SIGINT, os dados teriam sido obtidos pela parceria de inteligência FIVE EYES, que pode ser conhecida por meio do nosso artigo, e que recomendamos a leitura, "Seção Inteligência: aliança de inteligência Five Eyes e seus objetivos geopolíticos", de 18 de dezembro de 2020, disponível em https://www.atitoxavier.com/post/seção-inteligência-aliança-de-inteligência-five-eyes-e-a-china, e da qual o Canadá faz parte.

Nesse sentido, tal ato foi interpretado pelos canadenses como grave, ocasionando uma crise diplomática entre os países envolvidos na questão. Além disso, caso seja confirmado que a FIVE EYES estava monitorando os diplomatas indianos, poderá aumentar as suspeitas sobre essa parceria anglo-saxã sobre um monitoramento global, e não somente da China.

Convém mencionar que no nosso artigo "Seção Inteligência: serviço de inteligência indiano, e possíveis interesses no Brasil", de 14 de outubro de 2020, acessível em https://www.atitoxavier.com/post/seção-inteligência-serviço-de-inteligência-indiano-e-possíveis-interesses-no-brasil, analisamos o serviço de inteligência indiano, principalmente a agência de inteligência externa indiana Research and Analysis Wing, mais conhecida como RAW, e abordamos a revelação do canal canadense Global News da tentativa, por meio da RAW, de influenciar políticos canadenses em apoiar interesses indianos em detrimento dos paquistaneses.

Cabe frisar que no Canadá existe uma grande colônia indiana, sendo a maior comunidade sikh fora da Índia, o que faz com que esse país seja acompanhado com atenção pela inteligência externa indiana, no caso a RAW.

Logo, podemos concluir que a RAW já vinha operando em território canadense, com o intuito de atingir os objetivos geopolíticos indianos. O assassinato de Niijar, que era o líder do movimento separatista indiano Sikh, que foi considerado terrorista pelo atual governo indiano em 2020, e intencionava a criação de um Estado independente na área de Punjab, que fica na região norte da Índia, chamado República Sikh do Khalistão - Sikh Republic of Khalistan, corrobora a nossa análise.

É nítido de nota que o tema sobre a independência desse território é tratado com preocupação e devida força pelo governo indiano. Alguns analistas desse país alegam que o movimento de independência do Khalistão receberia apoio de países estrangeiros.

Nas figuras abaixo podemos ver as ideias sobre a demarcação do território do Khalistão, que ainda não existe um consenso dentro do próprio movimento:

Figura disponível em https://www.nation.com.pk/13-Jan-2017/khalistan-a-reality
Figura disponível em https://tribune.com.pk/story/2326088/sikhs-for-justice-releases-new-map-of-khalistan

Portanto, também, podemos verificar a importância do Estado possuir uma boa Atividade de Inteligência, com os seus ramos da Inteligência e da Contrainteligência, tanto externa quanto interna, operando com eficiência, visando evitar a operação de agentes externos em seu território.

O Blog é de opinião que o assassinato do líder separatista indiano, em território canadense, por meio de agentes da RAW demonstra o caráter global desta agência, como dissemos em um dos nossos artigos mencionados no texto, bem como demonstra que devemos tratar com seriedade a Atividade de Inteligência, o que nosso país não tem sido considerado como um tema relevante, mas tratado com viés governo e não de Estado.

Qual a sua opinião?

Seguem alguns vídeos para auxiliar a nossa análise:

Matéria de 19/09/2023:

Matéria de 19/09/2023:

Matéria de 22/09/2023:

Matéria de 02/05/2023:

Matéria de 13/02/2021 - vídeo interessante sobre o movimento de independência Sikh pela visão indiana:

Matéria de 11/02/2020 - vídeo do movimento de independência Sikh:


Comentários


bottom of page